Pela primeira vez, duas mulheres disputam melhor direção e a atriz Viola Davis se torna a mulher negra com mais indicações ao Oscar

Por Sthefany Duhz
17/03/2021 16:16

Nota aos leitores: O CineMarias oferece abertamente todo conteúdo de sua plataforma por sua contribuição diária para a agenda 2030. 

Pela primeira vez na história, em 93 edições, duas mulheres são indicadas na categoria de Melhor Direção do Oscar, a principal premiação do cinema norte-americano. São elas: Chloé Zhao por
Nomadland e Emerald Fennell por Bela Vingança. Além disso, 70 mulheres receberam 76 indicações no total, segundo a revista L’Officiel Brasil. Entre as indicadas está a atriz Viola Davis, que se torna a mulher negra com mais indicações na história do Oscar.

Já a diretora Choé Zhao é a primeira mulher chinesa a receber uma indicação na categoria, de acordo com a plataforma Omelete. A Academia só havia indicado, anteriormente, cinco mulheres ao prêmio de Melhor Direção: a pioneira Lina Wertmüller, pelo filme Pasqualino Sete Belezas (1975); Jane Campion, pelo filme O Piano (1993); Sofia Coppola, pelo filme Encontros e Desencontros (2003); Kathryn Bigelow, pelo filme Guerra ao Terror (2008), sendo em 2010 a primeira vez que uma mulher recebe o prêmio de Melhor Direção; e a americana Greta Gerwig, pelo filme Lady Bird: A Hora de Voar (2017).

Confira o trailer de Nomadland:



O filme dirigido por Zhao, Nomadland, conta a história de Fern - interpretada por Frances McDormand, também indicada ao Oscar, que após um colapso econômico na cidade em que vive, faz as malas e parte pelas estradas dos Estados Unidos em busca de uma vida fora da sociedade convencional. A diretora, em breve, ainda vai comandar um dos próximos lançamentos da Marvel, Os Eternos (com Angelina Jolie, Richard Madden e grande elenco). A estreia no Brasil está prevista para 15 de abril, porém em função da pandemia, possivelmente será adiada. O filme não tem previsão de ser lançado em serviços de streaming. 

Lado a lado na disputa pela estatueta está Fennell com Bela Vingança, indicado a cinco prêmios. A diretora estreante é também conhecida por seu trabalho como atriz, interpretando Camilla Parker Bowles na série The Crown.  No Twitter, escreveu: "Soluçando! Muito orgulhosa e grata a cada uma das pessoas incríveis que trabalharam neste filme. Nunca mais vou parar de chorar."

Em Bela Vingança, Cassie (Carey Mulligan) é uma mulher com muitos traumas do passado que frequenta bares todas as noites e finge estar bêbada. Quando homens mal-intencionados se aproximam dela com a desculpa de que vão ajudá-la, Cassie se vinga.


Bela Vingança está com lançamento previsto no Brasil para o dia 22 de abril, entretanto poderá ser adiado em função da pandemia.
Assista ao trailer:


Viola Davis se torna a mulher negra com mais indicações ao Oscar

A atriz e produtora norte-americana Viola Davis se torna a mulher negra com mais indicações e pode também se tornar a primeira mulher negra a ter duas estatuetas da Academia.

A primeira vez que a atriz concorreu ao Oscar foi em 2009, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, com o filme Dúvida (2008). Em 2012, foi indicada na categoria de Melhor Atriz com o filme Histórias Cruzadas (2011). Seu Oscar veio apenas em 2017, por sua atuação no filme Um Limite Entre Nós (2016) sendo considerada a Melhor Atriz Coadjuvante. E na premiação deste ano, Viola Davis concorre na categoria de Melhor Atriz pelo filme A Voz Suprema do Blues



Crédito: Divulgação filme A Voz Suprema do Blues

Outro destaque é que, dentre as melhores atrizes concorrentes, estão Carey Mulligan, Bela Vingança; Frances McDormand, Nomadland; Vanessa Kirby, Pieces of a Woman, temos Andra Day em The United States vs. Billie Holiday, marcando a história do Oscar, com duas mulheres negras indicadas simultaneamente a Melhor Atriz.

A Academia divulgou no dia 15 de março a lista dos indicados ao Oscar de 2021, com data para a cerimônia em 25 de abril. A data foi adiada em função da pandemia de Covid-19.

Melhor Filme

Os 7 de Chicago


Bela Vingança


Judas e o Messias Negro


Meu Pai”


Minari


Nomadland


O Som do Silêncio


Mank

Melhor Direção

Chloé Zhao, “Nomadland”


David Fincher, “Mank”


Emerald Fennell, “Bela Vingança


Lee Isaac Chung, “Minari


Thomas Vinterberg, “Druk – Mais uma Rodada

Melhor Ator


Anthony Hopkins, “Meu Pai


Chadwick Boseman, “A Voz Suprema do Blues


Gary Oldman, “Mank


Riz Ahmed, “O Som do Silêncio


Steven Yeun, “Minari

Melhor Atriz

Andra Day, “The United States vs. Billie Holiday


Carey Mulligan, “Bela Vingança


Frances McDormand, “Nomadland


Vanessa Kirby, “Pieces of a Woman


Viola Davis, “A Voz Suprema do Blues

Melhor Ator Coadjuvante


Daniel Kaluuya, “Judas e o Messias Negro


Lakeith Stanfield, “Judas e o Messias Negro


Leslie Odom Jr., “Uma Noite em Miami


Paul Raci, “O Som do Silêncio


Sacha Baron Cohen, “Os 7 de Chicago

Melhor Atriz Coadjuvante


Amanda Seyfried, “Mank


Glenn Close, “Era uma Vez um Sonho


Maria Bakalova, “Borat: Fita de Cinema Seguinte


Olivia Colman, “Meu Pai


Youn Yuh-jung, “Minari

Melhor Roteiro Original


Os 7 de Chicago


Bela Vingança


Judas e o Messias Negro


Minari


O Som do Silêncio

Melhor Roteiro Adaptado


Borat: Fita de Cinema Seguinte


Meu Pai


Uma Noite em Miami


Nomadland


O Tigre Branco?

Melhor Montagem


Os 7 de Chicago


Bela Vingança


Meu Pai


Nomadland


O Som do Silêncio

Melhor Fotografia


Os 7 de Chicago


Judas e o Messias Negro


Mank


Nomadland


Relatos do Mundo

Melhor Design de Produção


Mank


Meu Pai


Relatos do Mundo


Tenet


A Voz Suprema do Blues

Melhor Figurino


Emma.


Mank


Mulan


Pinóquio


A Voz Suprema do Blues

Melhor Penteado e Maquiagem


Emma.


Era uma Vez um Sonho


Mank


Pinóquio


A Voz Suprema do Blues

Melhores Efeitos Visuais


O Céu da Meia-Noite


O Grande Ivan


Love and Monsters


Mulan


Tenet

Melhor Música Original


Destacamento Blood


Mank


Minari


Relatos do Mundo


Soul

Melhor Canção Original


Fight for You”, de “Judas e o Messias Negro


Hear My Voice”, de “Os 7 de Chicago


Husavik”, de “Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars


Io Si (Seen)”, de “Rosa e Momo


Speak Now”, de “Uma Noite em Miami

Melhor Som


O Som do Silêncio


Relatos do Mundo


Soul


Mank


Greyhound

Melhor Filme Internacional


Better Days” (Hong Kong)


Collective” (Romênia)


Druk – Mais uma Rodada” (Dinamarca)


O Homem que Vendeu Sua Pele” (Tunísia)


Quo Vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)

Melhor Animação


A Caminho da Lua


Dois Irmãos


Shaun, o Carneiro: A Fazenda Contra-Ataca


Soul


Wolfwalkers

Melhor Animação em Curta-Metragem


Genius Loci


Opera


Se Algo Acontecer… Te Amo


Toca


Yes-People

Melhor Documentário


O Agente Duplo


Colective


Crip Camp: Revolução pela Inclusão


Professor Polvo


Time

Melhor Documentário em Curta-Metragem


Uma Canção para Latasha


Colette


A Concerto Is a Conversation


Do Not Split


Hunger Ward

Melhor Curta-Metragem


Feeling Through


The Letter Room


The Present


Two Distant Strangers


White Eye