CineMarias transmitirá gratuitamente três mesas-redondas, roda de bate-papo e parte do workshop com a documentarista Eliza Capai. Programação poderá ser conferida no canal do projeto no YouTube

Por Sthefany Duhz
02/03/2021 17:56

Nota aos leitores: O CineMarias oferece abertamente todo conteúdo de sua plataforma por sua contribuição diária para a agenda 2030. 

As inscrições do CineMarias encerraram e os nomes das 60 jovens mulheres selecionadas para participar das atividades do projeto com bolsa-auxílio serão divulgados na próxima quarta-feira, dia 03 de março. A novidade do momento é que parte do seminário
A tela por elas, que abre o projeto no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, será transmitido ao público geral. A programação vai ao ar até sexta-feira, 12 de março, no canal do projeto no YouTube.

Segundo a diretora de programação, Luana Laux, a decisão da abertura do seminário veio como forma de democratizar o acesso e fomentar o diálogo sobre temas como enfrentamento à violência de gênero e protagonismo de mulheres no cinema, em uma data tão importante para a luta feminina.

“O foco do projeto é atender jovens mulheres residentes de comunidades da Grande Vitória, nossas futuras cineastas, como as chamamos. Mas abrir parte da programação para o público não-bolsista e democratizar o seu acesso faz parte do nosso objetivo principal de fomentar o diálogo e novas narrativas com a sociedade sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres e o protagonismo e representação feminina no cinema, nas redes e na TV”, explica Luana Laux.

Na programação, a roda de bate-papo Deixa a mina falar!, mediada pelo coletivo Nação Mulher ES e pela empreendedora, bacharel em direito e policial Manuela Amaral, e as três mesas do seminário A tela por elas serão transmitidas aqui na nossa plataforma e também ao vivo no canal do projeto no YouTube.

W
orkshop com Eliza Capai

O primeiro dia de atividades do workshop 1 - A tela por elas: resistência, poesia e representação da mulher no audiovisual, facilitado pela jornalista e documentarista Eliza Capai, também será aberto ao público não-bolsista. A cineasta aborda temáticas relacionadas a gênero e sociedade. Dirigiu o documentário Espero tua (Re)volta (2019), premiado internacionalmente, que relata o movimento estudantil em 2015 e suas ocupações em escolas estaduais por todo Brasil.

Programação seminário A tela por elas


SEGUNDA-FEIRA (08/03) 

De 9h às 10h
Abertura e leitura do manifesto CineMarias com a jornalista Karolina Lopes

De 10h às 13h30 
Workshop 1 A tela por elas: resistência, poesia e representação da mulher no audiovisual com Eliza Capai

De 14h às 17h 
Roda de bate-papo Deixa a mina falar!, mediada pelo coletivo Nação Mulher ES e pela Manuela Amaral (empreendedora, bacharel em direito e policial)

TERÇA-FEIRA (09/03)

De 17h às 18h30
Mesa redonda 1: Imprensa, voz e a agenda de direito das mulheres. A mesa irá abordar as tendências e práticas da cobertura jornalística sobre a violência de gênero e das novas narrativas criadas por mulheres ocupando espaços de poder.

Participantes: Elaine Silva (editora-chefe do Jornal A Gazeta), Renata Bravo (advogada e idealizadora do coletivo Juntas e Seguras), Gla Carrareto (repórter de A Gazeta) e Mayra Bandeira (produtora
 da TV Vitória)
Mediação: Katilaine Chagas (Jornalista)

QUINTA-FEIRA (11/03)

De 10h às 12h
Mesa redonda 2: Direitos e Segurança da Mulher.  As participantes vão debater os desafios para a garantia da vida e dos direitos das mulheres e os serviços e acolhimento às vítimas de violência. 

Participantes: Catarina Gazele (procuradora do Estado e professora de Direito da UFES), Luizane Guedes (Dra. em Psicologia e militante do Núcleo Estadual de Mulheres Negras do ES) e Nara Borgo (Secretária de Estado de Direitos Humanos)
Mediadora: Aline Alves (jornalista e produtora cultural)

SEXTA-FEIRA (12/03)

De 10h às 12h
Mesa redonda 3: A dona da história. A mesa vai conversar sobre o espaço, direito à voz e o protagonismo feminino na construção de suas próprias narrativas.

Participantes: Bárbara Cazé (doutoranda e pesquisadora do Núcleo de Estudos Afro Brasileiros da UFES) Gabriela Alves (professora de Comunicação Social da UFES) e Jacqueline Moraes (vice-governadora do ES)
Mediadora: Sthefany Duhz (jornalista e pesquisadora)


O CineMarias é um projeto de sensibilização e capacitação audiovisual que propõe trabalhar de forma poética e artística a reflexão e a memória sobre a mazela social que é a violência contra a mulher e a falta de representação feminina no cinema e na TV. 

Serviço

CineMarias
Seminário “A tela por elas”
Realização: de 8 a 12 de março
Local: YouTube CineMarias // www.cinemarias.com.br